Pesquisar este blog

sábado, 24 de novembro de 2012

Fluminense- Unimed (opinião)


Sempre quis escrever sobre a Unimed, mas sempre deixei para depois. Agora que a inveja dos rivais e de alguns jornalistas atingiu o grau máximo, resolvi escrever.
Primeiro, não tenho muitos conhecimentos sobre como é de fato essa tão falada relação Unimed-Fluminense, sei o básico e mesmo nesse básico posso está errada, a Unimed  é uma cooperativa de médicos , que criaram um plano de saúde, inicialmente em Santos- SP e hoje presente em 83 % do território nacional. A Unimed Rio usa o dinheiro destinado ao marketing, para patrocinar um time de futebol, no caso o Fluminense. Ou seja a Unimed não tem dono é uma cooperativa,  e Celso Barros é um executivo, eleito por um conselho e a Unimed Rio é patrocinadora do clube. E esse patrocínio em sua maior parte se destina ao pagamento de salários de jogadores, e em menor parte é destinada  ao Clube.
Minha a analise não leva em conta o questionamento de torcedores, porque lógico que qualquer torcedor vai diminuir o feito do rival, ele não tem isenção  é movido a paixão,  e mesmo meu texto é contaminado pelo fato de ser tricolor.
Posso tentar, mas não serei imparcial, e sim vou defender o Fluminense. Partindo desse pressuposto claro e colocado no texto,  questiono  os analistas imparciais, jornalistas ou de qualquer outra formação, que escrevem nos jornais, nos sites, redes sociais , que falam nas mesas de debates nas rádios ou na TV e etc.
Quando vemos um apresentador de programa esportivo, dizer o "dono da Unimed", com expressão de deboche e ou asco, ou lhe falta conhecimentos sobre o assunto, ou está mal intencionado, se não sabe, não fala, não sou jornalista, mas acredito que seja assim.
Alguns analistas "imparciais", colocam em seus textos ou suas falas, a expressão "Flunimed", ou dizem: com a Unimed é fácil,  não é Fluminense é sim Unimed. Bom, nunca vi nenhum time e nenhuma seleção ser tão estigmatizada por causa de seu patrocinador como o Fluminense, tivemos o Flamengo sendo patrocinado pela Petrobras, durante muitos anos, a seleção de vôlei do Brasil é patrocinada pelo Banco do Brasil há muitos anos,e não carregaram e nem carregam esse estigma de que é  algo pernicioso ao time, a sociedade ou ao campeonato, pelo contrario são vistos como algo bom, "ajuda ao esporte"  são só dois exemplos entre outros. Todos os times, hoje em dia, tem as camisas conspurcada por marcas, até mesmo o Barcelona. A camisa do Tupi da minha cidade, Juiz de Fora, é cheia de patrocínios, grande parte dos Clubes do mundo devem milhões e vivem de marketing. Qual é a diferença do Fluminense?
"O mecenas Celso Barros." Ouvir ou ler essa frase de um colega tricolor de arquibancada ou de twitter, é aceitável. Um jornalista ou outro profissional,  tem todo direito e liberdade de dizer o que quiser na imprensa, mas  como torcedora, tenho todo  o direito e liberdade de me sentir ofendida.  Irônica frase, que nada tem  a ver com os mecenas renascentistas, mas sim uma alfinetada nas entrelinhas: " O Fluminense é um time falido,  com uma  torcida insignificante, incapaz de consumir, de gerar retorno a qualquer investidor, mas tem a sorte de ter um mecenas, um patrocinador paternalista, um louco endinheirado, pronto para fazer qualquer loucura com o dinheiro que tem, assim ele investe insanamente em seu clube do coração." Não tenho os dados exatos, mas basta pesquisar como a Unimed cresceu com a parceria com o Flu, o que era a Unimed há 13 anos? Não sei exatamente como são as coisas na empresa, mas o Celso Barros não é dono do plano de saúde, ele é eleito por um conselho, e se fosse um "Mecenas", e o Fluminense estivesse dando prejuízo aos cooperados, Barros não se reelegeria, e a parceria com o clube seria rompida, estamos num mundo altamente capitalista e não na Idade Moderna. Agora teremos a Caixa Econômica Federal patrocinando o Corinthians, não entrarei no mérito desse patrocínio, se é saudável um patrocínio de uma estatal. Mas veremos enfoque dado a essa relação pelos especialistas. "Um negócio bom para ambos", foi o que já li.
"Quero ver quando a Unimed sair.' " Vai ser igual quando a Parmalat saiu do Palmeiras." Os exercícios de futurologia eu deixo para as cartomantes.
" A relação entre a Unimed e o Fluminense não é saudável, não é boa para o clube." Aceito  essa critica, mas ela não pode vir da mesma pessoa  que diz que o Fluminense só  ganha por causa da Unimed. Essa é uma discussão nossa, da nossa torcida, de dentro do clube,  sim o Fluminense tem que se posicionar mais fortemente nessa relação. Esse é o melhor modelo de gestão? Não sei.  Analiso os fatos, o Fluminense  ganha campeonatos, mas tem uma péssima estrutura.  E vencemos o campeonato brasileiro de 2012 com 40 % de jogadores vindos de Xerém. Coisa que os analistas não falam.
 Aceito as  críticas dos realmente imparciais.

sábado, 21 de julho de 2012

Fluminense 110 anos de futebol e de amor!


De onde vem esse sentimento? Esse amor ? Será que vem da felicidade do pai com um  gol do Fluminense? Das cores que tão harmoniosamente se  combinam? Do time entrando em campo, da torcida cantando? Dos ídolos, dos tantos craques que já vestiram a camisa tricolor, aqueles do tempo do  avô, do tempo do pai, do Castilho, do Rivelino, do Conca, do Deco, do Fred? Das grandes vitórias, das grandes viradas, dos renascimentos, dos títulos? Será que vem das tristezas?  Da fibra de suportar tudo?
Amor não se explica!
Te amo Fluminense!
Desde 21 de julho de 1902  o clube mais amado do Brasil e do mundo!

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Tratamento em casa efeito de salão!



1) lavar o cabelo: Antes de fazer qualquer tratamento, você tem que estar com os cabelos muito limpos e com as cutículas abertas para que o produto penetre nos cabelos e faça o efeito desejado. A primeira lavada tem que ser com um shampoo transparente, que vai limpar mais os cabelos e abrir as cutículas, mesmo que seu cabelo seja seco. Não é shampoo anti resíduos é só transparente. Tenho dois em casa: Pantene Fusão da natureza, muito bom, adoro Pantene. Lava bem, esse é o efeito desejado. E Jhonsons  baby, ele não limpa tanto, caí na conversa da vendedora que ele tinha PH alto que limpava mais, mas não era verdade, (não caia em conversa de vendedora, elas querem vender o produto que representam).
Depois lavar com shampoo de tratamento, que são aqueles shampoos leitosos, tenho Pantene Restauração Profunda, muito bom, cheiro delicioso e TRESemmé Reconstrução e Força, adorei faz uma espuma maravilhosa e um cheirinho de chiclete que  amo! É o grande segredo do salão!











2) O Tratamento:  O cabelo precisa de muita hidratação (toda semana)> nutrição ( 15 em 15 dias) > reconstrução (todo mês, se o cabelo precisar).

Antes de todos os tipos de tratamento (hidratação, nutrição e reconstrução) deve-se lavar o cabelo como falei no passo 1.

a) Hidratação: Você vai usar o creme da sua preferência, mas tem que olhar na embalagem se é de hidratação, porque os frascos são iguais mas a função é diferente. Eu gosto de Pantene claro, no momento estou usando Elseve Resist Arginina, como creme de hidratação, não gosto de Elseve, mas esse é ótimo, não tem muito cheiro, mas é maravilhoso. Dividi o cabelo em mechas e envelopa, ou seja coloque o creme na mão e vai massageando  cada mecha, pode usar touca, deixar 15 min, mas eu sempre faço o que recomenda a embalagem, hoje quase todos os produtos 3 min bastam.  Depois de enxaguar passe o condicionador, você não abriu as cutículas com o shampoo para o creme de hidratação penetrar? Agora tem que fechar com o condicionador. Tenho: Elseve Geleia Real muito ruim, detestei; Pantene; hidratação intensa, fusão da natureza e liso extremo; todos ótimos; e o Elseve Arginina Resist, muito bom. Hidratação não tem contra indicação! Pode abusar!


b) Nutrição: Óleos.O que está na moda é óleo de Argan. O meu é da Bioderme .Realmente muito bom! Mas tem ficar de olho na embalagem para ver se é puro. Existem outros óleos no mercado, mas tem que ficar ligada no que não pode ter neles que vai fazer mal ao seu cabelo. Tem que ler a composição: não pode ter:  parafina, óleo mineral, vaselina liquida, petrolato. Eles podem estar escritos em latim: Paraffinum, liquidum mineral e etc... E prestar a atenção na ordem que os produto veem, o que vier escrito em primeiro lugar, é que vai ter em maior quantidade. Você pode colocar bastante óleo de Argan no cabelo, e dormir e no outro dia lavar normalmente, ou fazer uma hidratação com o óleo misturado no creme, o mesmo processo da hidratação. Nutrição é com moderação, tem que ver a necessidade do cabelo.




c) Reconstrução: É o que você tem que ter mais cuidado, talvez seu cabelo não precise de reconstrução, eu comprava meus cremes de tratamento de qualquer jeito, e comprei um creme Dove reconstrução, e meu cabelo ficava péssimo duro, era porque ele não tinha necessidade de reconstruir, mas quando eu fiz luzes e perdi componentes do cabelo, queratina por exemplo, o Dove reconstrução foi divino, então deve-se reconstruir com cuidado, uma vez por mês, quando seu cabelo precisar, e se ele estiver muito destruído e poroso você pode até usar uma vez por semana, tudo depende da condição do cabelo, olhe no pote se o creme é de reconstrução, se tem queratina, faça o mesmo processo da hidratação, lave, passe o creme mecha a mecha e deixe o tempo de pausa e passe o condicionador depois.  Eu só usei o Dove,  é muito bom.  Já vi muitas meninas indicando: Seda revitalização e repositor de massa; Queramax.  Se o cabelo estiver destruindo mesmo, descolorido, recomenda-se Queratina Amend Azul fase 2, ele é caro mas vale a pena, mas cuidado se o seu cabelo não precisa, você vai é jogar dinheiro fora, não vai ter efeito nenhum ou vai piorar seu cabelo.


Pintou o cabelo e não gostou do resultado? Tem jeito!


Você já ouviu dizer ou já leu: tinta não clareia tinta. É uma verdade. Mas quem nunca pintou o cabelo e não gostou do resultado que atire a primeira pedra.... Quando fica mais claro que o esperado é fácil é só colocar uma tinta ou tonalizante mais escuro. O problema é quando fica mais escuro que o esperado. Alguns dirão só uma descoloração irá resolver. Entretanto, descolorir o cabelo, estraga muito os fios. 
Mas descobrir um produto que   achei excelente, não achei caro, pelo que ele faz, e não estraga o cabelo. Se chama DekapColor , paguei R$ 35,00,  vi  em várias perfumarias, mais ou menos nesse preço. O que ele faz?


"Trata-se de um poderoso blend que remove os pigmentos artificiais dos fios, ou seja, remove total ou parcialmente a coloração ou tonalizante, sem danificar, deixando o cabelo no tom que o profissional ou a cliente quiser, preparando o cabelo para receber uma nova tintura. Além de tirar o excesso de tinta, o DekapColor também corrige cores, ainda no lavatório, dando ao profissional maior segurança no processo da coloração. É o fim dos erros e dos cabelos esverdeados, rosados ou muito escuros."


São dois frascos nº1 e nº 2, você mistura seguindo a recomendação que vem com o produto e passa no cabelo, e deixa 30 minutos, pode repetir duas vezes no mesmo dia, caso não fique na cor que você deseja  e pintar no mesmo dia, passei duas vezes e ele tira a tinta mesmo, (coloca no google e você vai ver várias fotos de antes e depois), e meu cabelo não sentiu nada ficou macio e brilhoso, o cheiro é horrível, e não sai fácil, mas vale a pena. E dura muito, eu tenho muito cabelo e comprido, passei duas vezes e ainda sobrou para mais uma. Acho que para um cabelo comprido, dura umas quatro aplicações. Respeitando as orientações do produto, o tempo entre uma aplicação e outra, pode -se aplicar o produto até atingir a remoção desejada. Cabelos tingidos de preto e vermelho precisam de mais aplicações.


Obs.: Não recebo nenhum tostão da Yamá é que gostei do produto mesmo.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Loucuras no cabelo e pó descolorante

Adoro cabelos e produtos para cabelos, ler sobre cabelos, e eu mesmo gosto de fazer as coisas no meu cabelos e da minha mãe. Não se arrisquem a fazer como eu, tenho muito, mas muito cabelo mesmo, mesmo em momentos de queda ou quebra ( uma vez meu cabelo quebrou), nunca fiquei com pouco cabelo. Mesmo no salão não é garantia que tudo vai dar certo, porque a única vez que o meu cabelo quebrou foi quando fiz uma progressiva  num salão super bem indicado. Em  outro post  falo sobre alisamentos. Até cortar, eu corto, já que ele é comprido e cresce rápido.  Mas posso  deixar  uma dica de uma coisa que parece que não é loucura, que é super natural, mas é muito perigoso: NUNCA  PASSE NATUCOR, ou tinturas do mesmo estilo, depois você não vai poder fazer nada no cabelo, já que não pode misturar com outras químicas, tive queda de cabelo há pouco tempo por causa de Natucor, mesmo um tonalizante pode estragar o seu cabelo, não se iluda, então antes de fazer qualquer coisa, pesquise muito, na internet, com amigas e profissionais da área, fale tudo que você já fez no cabelo para o profissional porque assim ele vai saber o que não pode fazer no seu cabelo.

Agora vamos falar dos descolorantes, eu já usei de três marcas, então só  posso falar delas:

1.Loreal: abriu muito a cor, não me lembro do volume da OX, tem anos isso, não estragou meu cabelo.
2. Yamá: abriu menos os tons, e estragou as pontas do meu cabelo tive que cortar, não lembro da OX também.
3. Amend da embalagem  vermelha que é para cabelos quimicamente tratados, com OX de 10 (acreditem é o que indica a embalagem) e abriu bastante vocês podem ver pelas minhas fotos, meu cabelo no senso comum é castanho, mas na cartela de cores é loiro escuro, e não estragou. Descolorante + OX = 12 reais
4 Eu queria testar Alfaparf, mas tá em falta na minha cidade, então comprei Alta Moda, que é marca brasileira deles, depois eu testo. 


Como  faço as luzes:
Compro toca para luzes, tem descartável, de vários tipos, são super baratinhas não chegam a dois reais, e uma agulha de crochê, na perfumaria vende também, lá tem o número certo que você vai usar, foi uns dois reais, comprei na Mega Vale.
1. Cabelos secos e sujos, você penteia no jeito que você usa todos dias, e coloque ele para trás da orelha, e coloque a toca, na frente eu mesmo puxo as mechas, com a agulha de crochê nos buraquinhos que a toca tem,  os de trás puxa todo mundo aqui em casa rs..
2. Depois do seu cabelo com as mechas puxadas vocês faz a mistura do descolorante com a OX, de acordo com o que manda a embalagem, e passa nas mechas que você puxou, e eu coloco uma toca de banho, para manter o calor, e vai olhando para ver se tá no tom que você deseja, eu nunca deixo mais que manda a embalagem, se não for o suficiente, faz de novo, depois de um tempo, depois de tratar bastante o cabelo. Porque descolorir é o que mais estraga o cabelo, tenha consciência disso,  você pode sofrer um CORTE QUÍMICO, CUIDADO!
3 Depois é matizar, vou fazer outro post sobre isso.
4 Então, você vai ter que tratar muito seu cabelo, em outros posts falo dos produtos que já usei.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Tinta deixa o cabelo alaranjado


Meu cabelo clareia fácil, e não tem tendência de ficar alaranjado. Fazia luzes há um tempo atrás, às vezes ficava até branco demais para o meu gosto, depois comecei a pintar, é certo que nunca usei uma tinta mais clara que 9, mas começou a desbotar muito rápido, e ficar alaranjado e não gosto. Pesquisei, aprendi que devemos usar as tintas terminadas em 1, tipo 9.1, que tem tons cinzas e teoricamente quebrariam o alaranjado, mas não funcionou para mim, em duas semanas já estava alaranjado de novo. Então pesquisei, e aprendi que quem não gosta de tons alaranjados no cabelo não deve passar tinta, e sim descolorir e matizar depois.  Não sei as tintas mais claras do que 10. Então meu cabelo tem partes laranjas que não saem, até o momento, vou comentar aqui no meu blog tudo que já usei para tentar tirar o alaranjado de anos de tintura.